Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Paulo Fonseca: «Estava em casa, vi muito futebol, inspirei-me na filosofia de jogo italiana. Havia a possibilidade de trazer algo novo quando regressei a Paços, não só à minha equipa técnica, como aos jogadores. E foi cativante perceber que trabalhar numa estrutura diferente nos traz novas visões de jogo. É um sistema táctico que me tem apaixonado, tanto assim que o trouxe para Braga. É diferente, dá-nos muitas vantagens no jogo e é para continuar»

«Os jogadores são inteligentes e perceberam a vantagem de actuar neste sistema. Tem de haver grande rigor, mas jogar assim também é uma forma de eles se valorizarem. Não acredito que haja jogadores que se valorizem sem ter bola. Essa é a essência do futebol, ter bola. Houve abertura, aceitação, necessidade de entender o porquê das coisas, e todos estão identificados com esta forma de jogar»

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.