Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Scouting - Perfume Maliano

por P1nheir8, em 15.11.15

Aly Malle de 17 anos foi um dos grandes destaques do Mundial Sub17. O jogador do Mali recebeu a Bola de Bronze, sendo eleito o terceiro melhor jogador da competição. Malle não é desconhecido para vários clubes europeus, já que depois de ter brilhado no campeonato africano de Sub17, prestou provas no FC Köln, tendo agradado mesmo, mas devido a questões burocráticas acabou por não assinar contrato. Depois o Hoffenheim também tentou contratar o jogador e dizia-se que tinha acordo para ele assinar pelo clube alemão aos 18 anos. No entanto, parece que isso não se confirmou e agora Aly Malle tem vários tubarões europeus interessados nele. PSG, Inter, Roma, Milan são alguns dos cubes falados, mas quem lidera a corrida é o Manchester City, sendo que o nome do jogador do Mali já foi falado em diversos jornais ingleses.

Joga a extremo - direito ou esquerdo -, podendo também jogar na frente de ataque em algumas situações. É um jogador bastante rápido e ágil. Tem uma boa capacidade técnica, fazendo bons dribles e boas recepções de bola. É muito forte no um para um, deixando muitas vezes os adversários para trás, mas depois precisa de melhorar a sua tomada de decisão, já que ainda se precipita algumas vezes e não escolhe a melhor opção. Com a bola no pé é mesmo muito forte e rápido, causando enormes dificuldades aos seus adversários.

Tem uma boa capacidade de passe e de visão de jogo, mas precipita-se em algumas situações que deveria ter mais calma. É um bom finalizador e remata bem. Gosta de aparecer em zonas de finalização, movimentando-se muito bem sem bola. Também é um jogador que faz bons cruzamentos. Não é de descer muito para ajudar em tarefas defensivas, mas é um jogador que pressiona muito os defesas contrários para tentar recuperar a bola. 

 

Um bom passe longo.

 

Muito bom a sair com a bola no meio de dois adversários.

 

Muito forte na progressão com a bola no pé e no drible.

 

Um bom passe.

 

Capacidade técnica.

 

Dois lances praticamente iguais, em que leva bem a bola, sai dos adversários com a finta, mas depois falha no último passe.

 

Recuperar a bola depois de fazer pressão, e muito forte depois a levar a bola.

 

Muito forte no 1 para 1.

 

Um bom cruzamento para golo.

 

Recuperar e depois em várias tabelas ir avançando no terreno.

 

Tirar os adversários e depois a procura pela baliza.

 

 

Sekou Koita, com os seus 15 anos, foi uma das grandes revelações do Mundial Sub17. O médio ofensivo - que jogou muitas vezes a avançado - do Mali, esteve em grande destaque na prova. Juntamente com Aly Malle, foi o jogador em maior destaque do quarteto diabólico que a sua selecção tinha na frente de ataque e que tão bons momentos proporcionou a quem viu este Mundial. 

É um jogador que apesar de não ser avançado, jogava muito perto da zona do ponta de lança, mas joga mais de trás para a frente, onde é muito forte. É muito rápido - com e sem bola - e fisicamente já se mostra evoluído. É muito bom no um para um, tanto com dribles curtos como com a bola em velocidade - passada larga -, causando enormes dificuldades aos defesas contrários, sendo essa a parte do jogo onde é mais forte. Gosta de ter bola, estando constantemente a movimentar-se na procura dos espaços e a pedir o passe aos colegas. O seu pé mais forte é o esquerdo, mas também usa o direito.

Gosta de rematar de longe e de aparecer em zonas de finalização, tendo um forte pontapé. É bom no passe e gosta de jogar através de toques curtos. Tecnicamente é forte, tanto no drible, como no controlo de bola, como na recepção. Precisa de não exagerar algumas vezes nos lances individuais, principalmente quando pode entregar a bola depois de sair do drible.

 

Receber bem a bola, colando-a logo ao chão. Depois os dribles curtos com os dois pés.

 

Qualidade de drible e depois o bom passe.

 

O bom remate que tem.

 

Muito forte com a bola em velocidade e depois o bom passe.

 

Receber, entregar e depois movimentar para receber.

 

A boa simulação de corpo, tirando o adversário do caminho.

 

Mais uma simulação, onde tira o adversário do lance e depois de avançar com bola remata de muito longe.

 

Isto é Sekou Koita.

 

Muito rápido a reagir depois de escorregar, mas quando depois devia fazer o passe, opta pelo drible.

 

Receber orientando a bola para dentro, e depois rematar forte e colocado para a baliza.

 

É sempre difícil fazer grandes previsões nestas idades, mas creio que estão aqui dois jogadores com muito potencial e muita qualidade. Ainda são muito rebeldes e com muita coisa para melhorar, mas o que já mostram é muito bom, tendo bastante qualidade. Penso que é uma questão de tempo até virem jogar para a Europa, já que não passaram despercebidos aos olheiros presentes no Mundial.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Bola na rede


Contacte-nos por e-mail