Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Premier League começou no passado sábado. Se há um ano nos dissessem que ia começar com um jogo do campeão em titulo num Hull City vs Leicester, ninguém acreditaria. Mas o que é certo é que o Leicester foi campeão na época passada e foram eles que abriram as hostilidades na nova época, visitando o terreno do primodivisionário Hull City. Não foi a estreia de sonho para os comandados de Claudio Ranieri, já que foram derrotados pela muito frágil equipa da casa, por 2-1.

 

Neste jogo, já sem N’Golo Kanté e apenas com dois reforços no 11 titular (Luis Hernández e Musa), notou-se aquele que é o maior problema da equipa de Ranieri: a organização ofensiva quando têm a iniciativa do jogo. São uma equipa extremamente perigosa em transição ofensiva, com movimentos muito fortes em profundidade e que dão muitas dores de cabeça aos adversários quando têm espaço para isso. Quando precisam de assumir e ter muita bola, as ideias são quase nulas e os processos muito fracos. Dá a total ideia que não sabem bem o que fazer com a bola desde a 1ª fase de construção até tentarem criar algo, já que ou tentam a profundidade nas costas da defesa com o jogo directo, ou colocam em Mahrez e esperam que ele consiga fazer o desequilíbrio individual (que consegue muitas vezes).

Não têm qualquer estimulo em atacar pelo corredor central, em fazer movimentos de apoio, em fazer ataques posicionais com o posicionamento definido ou em tentar superioridades numéricas e fazer mover o bloco adversário. Os extremos estão quase sempre bem abertos, os avançados colocados em profundidade máxima sem baixar, com os médios paralelamente posicionados, o que deixa muito espaço entre jogadores e sectores, dificultando as ligações, a não ser que seja feita com passes longos. Na 1ª fase de construção, há sempre muitos jogadores e posicionados sem grande critério, o que torna muito difícil uma saída combinativa, apostando quase sempre em lançamentos longos para os atacantes.

Para esta época, o Leicester deverá ser mais do mesmo, mas os adversários já estarão melhor preparados para o tipo de jogo que eles apresentam. Assim como na época passada, em determinadas alturas que tiveram de assumir as despesas do jogo desde o inicio, terão muitas dificuldades, porque não estão preparados para isso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*http://www.proscout.pt/os-problemas-do-leicester-em-organizacao-ofensiva/

Autoria e outros dados (tags, etc)



Bola na rede


Contacte-nos por e-mail